22 / Janeiro / 2018

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Acontecimentos em agenda ver todas os artigos desta secção

Exportador atualiza as ferramentas para a internacionalização das empresas

14 de Novembro de 2017 às 15:36:59

tamanho da letra:

Agenda

O Portugal Exportador 2017, evento exclusivamente dedicado à exportação, ocupa no próximo dia 22 de novembro o Pavilhão do Rio, do Centro de Congressos de Lisboa (CCL), com uma área de exposição e vários auditórios para debate e conferências.

Estão presentes, nesta 12ª edição, sob a organização da Fundação AIP, Novo Banco e aicep Portugal Global, 10 gabinetes de consultoria e B2B, 34 embaixadas, 15 câmaras de comércio bilaterais e 13 associações empresariais representadas nos cerca de 80 expositores. Mais de 100 oradores abordarão as várias temáticas ligadas à exportação e internacionalização das empresas portuguesas nos 16 workshops e 32 cafés temáticos. A sessão de abertura vai contar com o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e o encerramento será feito pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e pelo Presidente da República de Cabo Verde, José Carlos Fonseca.
As mudanças político-económicas que se vão sucedendo em várias regiões do globo são uma preocupação para as empresas que já exportam os seus serviços ou produtos, mas também para aquelas que pretendem iniciar um percurso nos mercados internacionais. Novos sectores e produtos nascem e posicionam-se nas esferas da internacionalização fazendo alavancar o índice de exportações do País, caso do Desporto. O Portugal Exportador apoia os empresários nacionais a transformar este desafio actual e global num caso de sucesso. Num só dia e num só local, o Portugal Exportador, para além de estimular a internacionalização das empresas portuguesas, essencialmente as PME, dá a conhecer novas ferramentas, contribuindo para capacitar e reforçar as suas competências num mundo em permanente mudança. Entre os vários oradores, Luís Marques Mendes e Luís Amado são alguns dos convidados para debater assuntos como ‘Geoestratégia – As Grandes Questões’.

Desporto também é negócio

O vice-presidente da Confederação do Desporto em Portugal, Ilídio Trindade, o diretor de Marketing do Comité Olímpico de Portugal, Pedro Sequeira Ribeiro, e Alexandre Andrade, da Deloitte, abordarão o tema “Desporto: um negócio exportador”, com testemunhos de empresários do cluster tão. “Programas de financiamento e apoio ao desenvolvimento da indústria do Desporto”, “Indústria do Desporto: desafios para Portugal”, “Desporto e imagem de Portugal nos mercados internacionais” ajudarão os participantes a interiorizar, nas suas mais variadas vertentes, este setor emergente que, segundo dados do INE no âmbito da Conta Satélite do Desporto, representou 1,2% do VAB e 1,4% do emprego no triénio - 2010 – 2012.

Novos tempos, novos horizontes

O CCL será o espaço que dará aos empresários participantes, com o apoio de prestadores de serviços, embaixadas ou políticos, novas visões necessárias para consolidar ideias ou receber novos incentivos, de modo a obterem todas as ferramentas para vencer no mercado internacional através da exportação.
Numa altura em que a Europa passa por algumas transformações e questões geoestratégicas, a questão política em Espanha com a Região Autónoma da Catalunha, ou o caso Brexit são alguns dos temas que podem ser desafiadores para as empresas portuguesas. Há, certamente, muitas questões que se colocam aos empresários portugueses que ‘jogam’ lá fora, mas o Portugal Exportador conta dar todo o apoio nas respostas para fomentar estratégias colaborativas e redes de conhecimento.
A América Latina é outro dos continentes em que os nossos empresários têm apostado em força e este é um continente também com algumas mudanças políticas que, economicamente, estimulam os empresários nacionais a inovar. Países como a Argentina, Chile, México darão visões muito específicas culturais e político-económicas sobre os seus mercados, apoiando pessoalmente quem estiver interessado em continuar ou iniciar o seu processo de internacionalização com estes países.
Outro dos temas, entre os vários que preenchem o dia, será a exportação para economias como a China, os Estados Unidos da América e o Canadá.
Também África não podia ficar de fora da conjuntura económica global, com oportunidades favoráveis aos empresários que decidam apostar nos seus países, designadamente os PALOP. Fascinante a nível cultural, desafiante a nível ambiental, e em alguns casos, com carências graves a nível de construção, saúde ou alimentação, África é desde sempre um mercado com prioridade para Portugal. Namíbia, África do Sul, Costa do Marfim ou Marrocos são alguns dos mercados a abordar em workshops.
Os Cafés Temáticos abordarão, entre outros assuntos, ‘Angola: mercado e agenda política’, ‘Moçambique: mercado e agenda política’, ‘Como alavancar a expansão em países em desenvolvimento com as multinacionais’, ‘O Acordo de Comércio Livre EU-Japão e as oportunidades existentes para a entrada no mercado japonês’, ‘Financiamento do comércio internacional’ ou ‘EUA – Construção, infraestruturas, tecnologias e ambiente’.
O Portugal Exportador é um evento em que o principal ponto da agenda, para as três entidades organizadoras, são as pontes que se constroem entre todos os players mundiais, dinamizando os elos e a capacidade empreendedora das várias economias, de forma a capacitar as empresas portuguesas a terem o seu espaço, com as suas dinâmicas próprias e a capacidade inovadora que as caracteriza.


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.