20 / Setembro / 2018

Quinta

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Acontecimentos em agenda ver todas os artigos desta secção

“Guia Prático – Projetos de Investimento Público em Portugal” apresentado no dia 29

12 de Setembro de 2016 às 10:34:54

tamanho da letra:

Agenda

O lançamento do livro “Guia Prático – Projetos de Investimento Público, em Portugal”, da autoria de Constantino Dias Teixeira, Leandro Ferreira Pereira e Cláudia Bento Teixeira, terá lugar no dia 29 de setembro, às 18h00, no Clube ISCTE, em Lisboa.

Nesta obra os autores articulam factos e reflexões sobre a competitividade portuguesa e a capacidade de gerar valor numa economia que se encontra, há vários anos, muito fragilizada. Nas palavras do professor Leandro Pereira, “saber investir nos projetos certos, projetar benefícios e estabelecer modelos de governo e de gestão que garantam o sucesso das iniciativas é premente no nosso país.”
De acordo com os mais recentes relatórios do Banco Central Europeu (BCE), Portugal figura atualmente entre os países da zona euro onde o investimento público em percentagem do PIB mais caiu nos últimos anos. Com base na análise incluída no segundo boletim mensal de 2016, divulgado pelo BCE, os autores referem o grupo de países onde o investimento público em proporção do produto mais caiu nos últimos anos: Croácia, Portugal, Grécia, Espanha, Irlanda e Chipre. O mesmo documento sugere ainda que estes países necessitam de estimular o investimento público, aproveitando o atual enquadramento favorável proporcionado pelo baixo valor das taxas de juro, no entanto, ressalvam que os projetos de investimento a eleger devem ser “criteriosamente selecionados”.
Por seu turno, Constantino Dias Teixeira refere que, “nos últimos 20 anos, o Estado Português realizou vários investimentos públicos que se traduziram em significativos desvios de custos e prazos, não havendo qualquer registo sobre desvios de benefícios, cujos resultados, críticos em termos de encargos públicos, contribuirão, de forma relevante, para a oneração das gerações atuais e futuras. Para se ter noção da real dimensão, os desvios financeiros verificados em relevantes projetos e obras públicas realizadas, quer por gestão direta do Estado, quer em regime de concessão nos últimos anos ascendem a mais de 4,3 mil milhões de euros, ou seja, cerca de 2,5% do PIB português em 2014.”
Cláudia Teixeira, CEO do Business Case Institute, entidade internacional que tem por missão desenvolver as melhores práticas de análise de viabilidade económica, e coautora da obra, refere que “nenhuma decisão sobre investimento em novos projetos deverá avançar sem uma análise de risco rigorosa com resultados validados por entidades externas imparciais à iniciativa.”
Em comentário ao relatório do BCE, Leandro Pereira diz que “resta saber se os ensinamentos do passado serão novamente descartados e se continuaremos a assistir a falhas de gestão dos projetos com efeitos danosos na nossa economia e sociedade. Por este motivo, lançamos este livro que é um guia prático para saber escolher os projetos certos e, por outro lado, saber gerir os projetos corretamente.”

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.