23 / Setembro / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Acontecimentos em agenda ver todas os artigos desta secção

“Viver a reabilitação” traz debate a Braga

09 de Outubro de 2014 às 16:32:43

tamanho da letra:

Agenda

O debate da Reabilitação Urbana vai chegar a Braga e à região do Cávado, numa iniciativa co-organizada pela Vida Imobiliária e a CIM – Cávado.

De 23 a 25 de outubro, “Viver A Reabilitação” abarcará uma agenda de três dias com um programa de Conferências sobre a Reabilitação Urbana, uma exposição sobre intervenções de reabilitação urbana nos municípios do Cávado, oportunidades de investimento em reabilitação urbana e um programa de sensibilização para crianças.
Numa altura em que está a ser definida a estratégia de disponibilização de fundos no âmbito do próximo quadro de apoio comunitário, a discussão é crítica para a reabilitação urbana e para a Região Norte que poderá ser, em especial, privilegiada na atribuição de novos fundos dirigidos à Reabilitação Urbana. Com esta realidade em mente, “Viver A Reabilitação” dará palco a este momento de discussão, contando com a presença do Secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Miguel Castro Neto, do presidente do IHRU, Vítor Reis, do presidente do InCI, Fernando Silva, do vice-presidente da CCDR-N, Álvaro Carvalho, e do secretário geral do Fundo Jessica Portugal, Nuno Vitorino.

Parceria alargada

A CIM Cávado e a Agência de Energia do Cávado protagonizam a organização deste evento em conjunto com a Vida Imobiliária, mobilizando a discussão e apresentando em Exposição referências em matéria de Reabilitação Urbana nos seis Municípios do Cávado. Uma exposição que se estreia em “Viver a Reabilitação” e que será apresentada de forma itinerante nos seis municípios do Cávado.
A Câmara Municipal de Braga é uma das entidades que aposta no evento, com Miguel Bandeira vereador com o pelouro da Reabilitação Urbana a considerar que “Braga é uma cidade com um centro pleno de história e onde o investimento em reabilitação urbana está a ser relançado, persistindo como um dos eixos de aposta fundamental do atual executivo”. A autarquia disponibilizou o GNRation, que será o palco do evento e é exemplo em si mesmo de uma reabilitação que marca a cidade. 
Também a Santa Casa da Misericórdia de Braga e a Associação Comercial de Braga se associam ao evento, sendo dois dos principais atores do centro de Braga: a Santa Casa, pelo património e investimento em Reabilitação que tem em curso, nomeadamente com a recuperação do Palácio do Raio; já a Associação Comercial não quis deixar de participar neste debate, considerando que o comércio do centro de cidade é um fator essencial de reabilitação urbana.
A discussão sobre as melhores práticas da Reabilitação Urbana ficam a cargo da Universidade do Minho, com as escolas de Engenharia e Arquitetura a associarem-se com a organização dos painéis técnicos. Paulo Lourenço, docente da Escola de Engenharia, e Maria Manuel Oliveira, da Escola de Arquitetura, assumiram a coordenação científica dos debates.
A Ordem dos Arquitetos – Secção Regional Norte e a Ordem dos Engenheiros Norte também aceitaram o desafio de discutir a reabilitação urbana, com a primeira a propor debater, numa tarde, as melhores práticas internacionais de Reabilitação Urbana.
A AICCOPN também participa no debate da Reabilitação Urbana em Braga e a APPRUP organiza as sessões de debate que finalizam as jornadas de trabalho, lançando novas perspetivas e olhares sobre o tema em análise.
Porque o evento também pode representar oportunidades de negócio, empresas como a Schmitt & Sohn Elevadores, Weber, Remax, Casais Construção e José Castro e Filhos Construção associam-se ao “Viver a Reabilitação”, participando de forma ativa no debate.


 

 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.