14 / Outubro / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Acontecimentos em agenda ver todas os artigos desta secção

Projetos infraestruturantes "chamam" empresas portuguesas ao Paraguai

02 de Julho de 2014 às 13:35:34

tamanho da letra:

Agenda

Investimentos superiores a 22 mil milhões de euros, ao longo dos próximos 10 anos, em projetos infraestruturantes no Paraguai estão na base da Cimeira Internacional sobre Infraestruturas, que se realiza nos próximos dias 27 e 28 de agosto, na capital daquele país da América Latina, Assunção.

Entre as prioridades de investimento encontra-se a construção de aeroportos, portos, estradas e ferrovias, sendo objetivo da Cimeira possibilitar aos seus participantes “uma oportunidade única para conhecerem, em primeira mão, os grandes projetos que o Paraguai tem em carteira e contactarem com as autoridades responsáveis pela sua execução”, conforme salienta a RDN Global, organizadora do encontro.
Durante os dois dias em que decorrer o evento, altos funcionários do governo paraguaio farão apresentações sobre os projetos previstos - e que cobrem as áreas do transporte urbano, infraestruturas rodoviárias, ferroviárias, aeroportuárias, portuárias, fluviais, de telecomunicações e de energia - e serão promovidas reuniões bilaterais e mesas redondas, com o intuito de fornecer aos participantes as informações e os contactos necessários à realização de negócios futuros.
A Cimeira Internacional sobre Infraestruturas no Paraguai conta ainda com as intervenções de Jorge Vergara, Jose Tomás Rivarola e Juan Segales, elementos do Ministério dos Transportes do Paraguai, do presidente do Município de Assunção, Arnaldo Samaniego González, do diretor do Credit Suisse, Ricardo Biggi, e do embaixador britânico em Assunção, Jeremy Hobbs, do vice-presidente e responsável de marketing da resseguradora TransRe, Marco Giovane, e da diretora da companhia de seguros El Sol del Paraguay, Carolina Veja.
Refira-se que o Paraguai oferece presentemente um dos melhores ambientes de negócio da América Latina. O país possui a maior estabilidade monetária e fiscal da região, baixas taxas de imposto sobre o rendimento individual e coletivo (10%), um sistema tributário simplificado, uma excelente relação custo-benefício, mão de obra jovem e reduzidas taxas de contribuição sobre as remunerações, para a segurança social. Acrescem a sua localização estratégica, no centro da América Latina, com duas grandes vias fluviais que facilitam as ligações às economias vizinhas da Argentina, Bolívia, Brasil e Uruguai, a disponibilidade, em abundância, de energia elétrica, o clima ameno e agradável ao longo de todo o ano e a ausência de desastres naturais.
A Cimeira Internacional sobre Infraestruturas no Paraguai – “Paraguay International Infrastructure Summit” – é organizada pela RDN Global, uma entidade sedeada em Londres, especializada na organização de reuniões privadas entre instituições públicas, governamentais e empresariais, e faz parte de uma série de iniciativas dedicadas a apoiar o desenvolvimento de infraestruturas em economias emergentes, através da aproximação de representantes oficiais dos governos, entidades locais e internacionais.


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.