27 / Maio / 2017

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Legislação ver todas os artigos desta secção

1ª fase de candidaturas à medida Estágios Profissionais em curso até 16 de julho

16 de Maio de 2017 às 15:21:48

tamanho da letra:

Notícias

A primeira fase de candidaturas à medida Estágios Profissionais, cujo objetivo é apoiar a inserção de jovens no mercado de trabalho ou reconverter profissionalmente desempregados, decorre de 16 de maio a 16 de junho.

O calendário de candidaturas para o ano de 2017 desta medida, criada pela Portaria n.º 131/2017, de 7 de abril, com vista a apoiar financeiramente a realização de estágios profissionais por parte de desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) foi aprovada pelo Conselho Diretivo do Instituto, podendo ser consultado na respetiva página na internet.
A candidatura à medida é efetuada pela entidade no portal NetEmprego, na área pessoal de cada entidade, devendo ser efetuado o registo prévio, caso ainda não esteja registada, e decorre nos termos do aviso de abertura que se encontra disponível para consulta no mesmo portal.
Durante este período de candidatura será também possível formalizar o pedido de Prémio ao Emprego, apoiando a celebração de contratos de trabalho sem termo, com ex-estagiários.
Antes de se candidatarem, os interessados deverão consultar o regulamento e verificar as regras de acesso a esta medida.
 
18,8 milhões de euros para apoiar 4.000 estágios
 
O primeiro dos três períodos de candidatura que vão ocorrer durante este ano tem uma dotação orçamental de 18,8 milhões de euros, estimando-se que permita apoiar 4.000 estágios.
Esta medida, recorde-se, destina-se às pessoas com maior dificuldade de (re)integração no mercado de trabalho, sendo os seus destinatários principais os jovens entre os 18 e os 30 anos que tenham pelo menos o ensino secundário. Podem também candidatar-se pessoas que estejam desempregadas há mais de 12 meses:
- com idade entre os 30 e os 45 anos e tenham obtido, pelo menos, uma certificação de nível secundário, nos três anos anteriores ou estejam inscritos em Centro Qualifica, caso tenham uma certificação inferior ao nível secundário.
- com mais de 45 anos que, caso tenham uma certificação inferior ao nível secundário, terão que estar inscritos em Centro Qualifica.
São igualmente destinatárias da medida pessoas com deficiência e incapacidade, pessoas que integrem família monoparental, pessoas cujos cônjuges ou pessoas com quem vivam em união de facto se encontrem igualmente inscritos como desempregados no IEFP, vítimas de violência doméstica, refugiados, ex-reclusos e toxicodependentes em processo de recuperação.
Os estágios terão uma duração de nove meses.


 


 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.