23 / Outubro / 2017

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Economia ver todas os artigos desta secção

Peso da construção no PIB supera os 3,6%

05 de Junho de 2017 às 10:40:56

tamanho da letra:

Economia

A Construção voltou a ganhar dimensão no quadro geral da economia portuguesa, pelo menos nos primeiros três meses deste ano.

De acordo com os dados das Contas Nacionais Trimestrais relativas ao 1º trimestre de 2017, a formação bruta de capital fixo (FBCF) em construção cresceu 8,5% nos primeiros três meses de 2017, o que traduz o crescimento homólogo mais intenso dos últimos 60 meses, em termos reais. Com efeito, só no primeiro trimestre de 2002 é que a FBCF em construção variou a uma taxa superior, nomeadamente, +9,3%.
Com esta evolução, o peso da FBCF em construção no total da FBCF voltou a ultrapassar os 50%, fasquia que não foi alcançada nos três anos imediatamente anteriores a 2017 (2014 a 2016), sendo que 2016 foi o período em que esta variável menos pesou no total, fixando-se em 48,9%.
De igual modo, o crescimento do VAB do setor da Construção, em termos reais e homólogos, atingiu um valor elevado até março de 2017: +7,4%, apenas ultrapassado pela evolução apurada no 3º trimestre do ano 2000, quando o crescimento foi de +8,0%. Assim, o valor agora observado constituiu o máximo dos últimos 65 trimestres.
Esta evolução conduziu a um aumento da importância do Setor na economia nacional, já que o peso do VAB da Construção no PIB ultrapassou os 3,6% no 1º trimestre de 2017, valor que veio inverter a tendência de redução que se verificava desde 2014 nesta variável.

 

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.