22 / Julho / 2019

Segunda

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Economia ver todas os artigos desta secção

Licenciamentos atingem valor mais baixo desde 2001

18 de Junho de 2012 por Lurdes Neto às 12:19:25

tamanho da letra:

Economia

O número de edifícios licenciados em Portugal continua a sua trajetória descendente, tendo registado, no 1º trimestre de 2012, uma redução média anual de 11,6%.

Segundo o INE, no período em causa foram licenciados 5,6 mil edifícios, traduzindo um novo mínimo dos últimos de 11 anos nas licenças de obras para habitação familiar.
Por seu turno, o número total de edifícios concluídos (construções novas, ampliações, alterações e reconstruções de edifícios) registou uma redução média anual de 8,5%, fixando-se em 7 mil edifícios.
Em comparação com o trimestre anterior, o número de edifícios licenciados registou uma descida de 8%, e nos edifícios concluídos os dados estimados apontam para um decréscimo de 6,9%.
Obras de reabilitação ganham destaque
Em contrapartida, os dados do organismo oficial de estatística apontam para uma importância crescente das obras de reabilitação, face às obras de construção nova. Assim e se no 1º trimestre de 2002 os edifícios e os fogos licenciados em obras de reabilitação correspondiam a, respetivamente, 16,9% e 6,5% do total de edifícios e fogos licenciados neste tipo de obras, uma década depois, no 1º trimestre de 2012, o licenciamento de edifícios em obras de reabilitação representa 34,6% do total, enquanto os fogos licenciados para o mesmo efeito correspondem a 30,6% dos fogos licenciados em todos os tipos de obra.
Em termos absolutos, esta evolução deve-se à quebra acentuada no licenciamento de novas construções, e à manutenção dos mesmos níveis de licenciamento nas obras de reabilitação.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.