22 / Fevereiro / 2020

Sábado

Diretor: José Tomaz Gomes | Editor: AECOPS

Economia ver todas os artigos desta secção

Custos de construção da habitação aceleram

09 de Março de 2012 por Lurdes Neto às 15:56:44

tamanho da letra:

Economia

Em janeiro de 2012 foi mais caro construir, reparar e manter uma casa.

De acordo com o INE, o Índice de Custos de Construção de Habitação Nova registou uma taxa de variação homóloga de 1,5% em janeiro, mais 0,1 pontos percentuais (p.p.) que a taxa registada em dezembro último.
Para este resultado, contribuiu a componente mão de obra, que registou uma variação homóloga de 1,5% em janeiro. Já os materiais terão diminuído, no mesmo período 0,1 p.p., para 1,4%.
Por tipo de construção – apartamentos e moradias – as variações homólogas das duas componentes mantiveram-se inalteradas.

Índice de preços de manutenção e reparação sobe 3,4%

Já no que refere à manutenção e reparação regular da habitação, a variação homóloga do respetivo Índice de Preços fixou-se em 3,4% em janeiro, superior em 0,1 pontos percentuais à taxa observada no mês anterior. Esta aceleração resultou de acréscimos idênticos das duas componentes, produtos e serviços, cujas taxas se fixaram, respetivamente, em 5,7% e 1,3%.
As regiões do Algarve, Centro e Norte foram aquelas em que se registaram maiores acréscimos nas taxas de variação homóloga, que se fixaram em janeiro, respetivamente, em 6,3%, 4,4% e 3,5%.

Comentar

Iniciar Sessão

Nome de Utilizador

Palavra-chave

Se não tem conta,

Registe-se aquiEsqueceu-se da palavra-chave?

Comentar este artigo

Título

Texto

Os comentários deste site são publicados após aprovação, pelo pedimos que respeitem os nossos Termos de Utilização.
O seu IP não será divulgado, mas ficará registado na nossa base de dados.
Por favor, não submeta o seu comentário mais de uma vez.